Programa de Acreditação: o que é e quais seus benefícios para instituições de saúde?

Publicado em 15 de maio de 2019, por Ana Giovanoni

Imagem de um certificado, simbolizando os programas de acreditação e certificação.

São crescentes os esforços das organizações da saúde para capacitar os seus profissionais, padronizar processos e automatizar procedimentos administrativos. Tudo isso visando a profissionalização da gestão, a redução de custos e a busca da excelência.

Para isso, os Programas de Acreditação ou de Certificação são instrumentos essenciais na consolidação dessas perspectivas, pois geram maior credibilidade, garantia de eficácia nos métodos de gestão, referencial seguro para a melhoria contínua, além de diagnóstico objetivo sobre o desempenho dos processos e efetividade da assistência.

Embora as Certificações e Acreditações tragam resultados semelhantes para as organizações, ambas possuem diferenças sutis:

  • As Certificações são concedidas por um organismo imparcial de notório reconhecimento público, que atesta por escrito que os produtos, processos ou sistemas de qualidade de uma instituição estão de acordo com os requisitos especificados pela certificação;
  • Já as Acreditações são um reconhecimento formal (por uma entidade acreditadora) da competência de um estabelecimento de saúde para desenvolver tarefas específicas, também de acordo com os critérios pré-definidos.

Qual Acreditação ou Certificação que devo implementar?

Atualmente as instituições de saúde ficam confusas com tantos programas de acreditação e/ou certificações disponíveis no mercado, tendo por vezes dificuldade em escolher o que melhor se adapta a sua realidade ou perfil empresarial.

Todos os Programas de Acreditação disponíveis no mercado visam à melhoria da qualidade dos serviços prestados aos clientes. Alguns são mais abrangentes e focam na gestão do negócio como um todo, contemplando desde o planejamento estratégico da empresa até a definição dos processos com seus padrões de trabalho descritos, disseminados e implementados de forma a garantir qualidade na assistência à saúde.

A Acreditação ONA é um exemplo de programa abrangente que inclui a sistematização da gestão da empresa sob todos os aspectos, sejam eles estratégicos, técnicos, gerenciais e operacionais.

Já o Programa de Acreditação específico para os serviços de diagnóstico e imagem, o PADI, tem seu foco principal na qualidade do laudo produzido pela instituição de saúde, o que também é muito importante para assegurar que o laudo fornecido ao cliente explicite de forma ágil e precisa o seu diagnóstico.

Não há uma opção melhor ou mais adequada. Existem várias modalidades de certificações e acreditações e a instituição de saúde precisa avaliar cada uma delas para decidir qual a que melhor atende a sua necessidade, considerando sua estratégia, perfil, porte e nível de maturidade gerencial.

Principais Acreditações e Certificações disponíveis no mercado

Este é outro fator relevante para abordarmos, pois sabemos que os líderes das instituições de saúde têm dificuldade para decidir qual a certificação que melhor se adéqua ao seu negócio.

As entidades de classes, sociedades que reúnem as principais categorias de serviços de saúde, criaram os seus programas de certificação específicos, como por exemplo a Sociedade Brasileira de Patologia, que desenvolveu o PACQ (Programa de Acreditação e Controle de Qualidade para os laboratórios de Patologia) ou a Sociedade Brasileira de Radiologia, que criou o PADI (Programa de Acreditação de Diagnóstico por Imagem).

Assim foram criados os Programas específicos para cada instituição prestadora de serviço de saúde, com o objetivo de assegurar a qualidade dos serviços prestados. Além dos programas específicos criados pelas entidades de classe de cada modalidade, há também programas mais abrangentes que podem certificar serviços como laboratórios, clínicas, hospitais, serviços de diagnóstico e terapia a partir de requisitos específicos.

Os principais Programas de Acreditação e Certificação, abrangentes e destinados para instituições prestadoras de serviços de saúde, são:

Organização Nacional de Acreditação (ONA)

A ONA é uma das mais importantes entidades brasileiras ligadas à ratificação da qualidade dos serviços de saúde no país, com foco na segurança do paciente.

Dividida em 3 níveis, exige o aprimoramento da gestão, maximização da segurança, melhoria na qualidade da assistência, aperfeiçoamento de processos e contribui com a valorização da marca do serviço.

Accreditation Canada

A Accreditation Canada orienta e monitora os padrões de alta performance, qualidade e segurança. Focada em três alicerces: governança clínica, medicina baseada em evidência e menos sobrecarga em colaboradores.

Foca no entendimento dos processos e eliminação do fluxo de padronização que não gere valor agregado. O resultado é a construção de processos internos de excelência, que reduzem a burocracia e racionalizam o tempo de trabalho.

Acreditação Nacional Integrada para Organizações de Saúde (NIAHO)

A NIAHO possui normatizações no âmbito da segurança assistencial, patrimonial e gestão do corpo clínico, centralizada na obtenção de resultados assistenciais eficazes e eficientes.

Entre os seus diferenciais está a abordagem focada em gestão de riscos, ênfase na segurança predial ligada à proteção à vida e à saúde do paciente, planejamento de alta, avaliação rígida do corpo clínico, entre outros.

Healthcare Information and Management System Society (HIMSS)

A HIMSS é uma organização mundial sem fins lucrativos, centralizada na missão de otimizar a prestação de assistência à saúde por meio da tecnologia da informação (TI).

Sua acreditação define requisitos mínimos que um hospital deve atender relacionados à maturidade de implementação do prontuário eletrônico.

Joint Commission International

A Joint Commission International é uma organização não governamental norte-americana, nascida em 1994, que atua em mais de 90 países.

Seus critérios passam por respeito aos direitos dos pacientes e familiares, alcance de indicadores internacionais de segurança, gerenciamento de fármacos, acesso ao tratamento e continuidade, capacitação dos recursos humanos, além do gerenciamento das informações hospitalares (prontuário).

Programa de Avaliação, Qualificação e Certificação de Prestadores de Serviços de Saúde (SGGS)

A SGGS é uma certificação de qualidade desenvolvida pelo Grupo Giovanoni e reconhecida pela ANS, como Entidade Gestora de Outros Programas de Qualidade.

Esse programa certifica os serviços de saúde em 3 níveis e prepara as organizações para as Acreditações nacionais e internacionais. Visa a segurança do paciente, atendimento aos requisitos legais, estruturação de processos e padrões de trabalho, gerenciamento da rotina e gestão de pessoas em alinhamento aos 4 atributos do QUALISS: estrutura, eficiência, efetividade e centralidade no cliente.

Vantagens da implantação de um Programa de Acreditação ou Certificação

A implantação de programas de Acreditação ou Certificação em Saúde sempre são uma boa alternativa para melhoria da qualidade dos serviços prestados pelos estabelecimentos de saúde.

Quando a organização define participar de um processo como este, precisa estar preparada para mudar a forma como realiza suas atividades, pois deverá padronizar as atividades principais ligadas ao serviço prestado, assegurando rastreabilidade, processos descritos e cumpridos por equipes treinadas, além assegurar a garantia nos resultados fornecidos aos clientes, segurança para os usuários dos serviços, assistência qualificada e clientes satisfeitos.

As principais vantagens na implantação destes programas são:

  • Processos definidos e conhecidos por todos;
  • Padrões definidos e cumpridos pela equipe interna;
  • Desenvolvimento da cultura de qualidade;
  • Garantia de Segurança para o cliente;
  • Melhora na qualidade assistencial;
  • Maior organização e planejamento das atividades operacionais;
  • Redução de custos e desperdícios;
  • Maior clareza nas atribuições de cada profissional;
  • Práticas de gestão de pessoas alinhadas e implementadas na íntegra;
  • Incentivo a um Planejamento Estratégico implementado;
  • Melhor credibilidade pelos clientes;
  • Reputação e imagem positiva no mercado de atuação.

Conclusões

As certificações e acreditações se complementam e são essenciais para que um serviço de saúde alcance a excelência na prestação de serviços, fortalecendo seu respeito e imagem positiva perante os clientes, fornecedores, colaboradores e sociedade.

Ter um sistema de gestão eficiente é um dos primeiros passos para alcançar esse reconhecimento. Adicionalmente, a integração dos processos internos resulta em rapidez no atendimento, gestão eficiente dos insumos de saúde e maior qualidade nos diagnósticos e procedimentos terapêuticos (bases qualitativas para que o serviço se harmonize a todo o rol de exigências técnicas e procedimentos impostos por essas e outras agências certificadoras).

A lição que aprendemos com implantação de um Programa de acreditação ou certificação está relacionada principalmente aos ganhos internos, tanto financeiros quanto de qualidade assistencial, os quais refletem-se de forma positiva na imagem e credibilidade da empresa.

Outro fator relevante é a tranquilidade para o empresário em possuir processos padronizados e equipes bem preparadas, pois o seu maior legado para a sociedade é sua reputação e fortalecimento da sua marca.

Sobre o autor

Comentários

No Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados