Como a inteligência emocional favorece o ambiente de trabalho

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Luiz Henrique Pelissari

Luiz Henrique Pelissari

Antes de tudo, inteligência Emocional é um assunto muito importante para todas as pessoas, independente do lugar que estejam.

A inteligência emocional é o poder de administrar e conhecer as próprias emoções e ter o reconhecimento das emoções das outras pessoas e saber lidar com isso. Porém, inteligência emocional no ambiente de trabalho está acima de saber lidar com outras pessoas, com superiores ou com regras e obrigações.

consultor Parceiro

Exercitando o autoconhecimento 

Em primeiro lugar é fundamental saber lidar com as próprias emoções independentemente de qualquer situação. Isso se chama autoconhecimento.

O autoconhecimento evita  projetarmos nossas emoções nos outros esperando que eles resolvam o que é nossa responsabilidade. 

Em ambientes de trabalho, é comum nos depararmos com pessoas que temos certa dificuldade em nos relacionar. E quando isso acontece, antes de entender o porquê das atitudes das pessoas, devemos entender o motivo de certas atitudes nos afetar. 

Por que uma determinada pessoa me irrita? Por que me sinto mal diante de certas pessoas? Devemos pensar se isso é de fato algo que a pessoa faz ou é algo em nós que pode ser uma característica igual a da pessoa que nos irrita e que pode estar em nós também. Esse processo de identificação de emoções é muito importante, pois quando identificamos aquilo que estamos sentindo se torna mais fácil identificar o que os outros sentem também.

Inteligência emocional x ambiente de trabalho

Portanto, a relação entre inteligência emocional e local de trabalho está diretamente ligada à maneira que uma pessoa desenvolve suas atividades, cumpre tarefas e filtra estímulos negativos que vem de outras pessoas e afetam de forma direta, pois quando nossas emoções nos atingem é necessário um autoquestionamento para compreender o motivo de conflitos nas nossas relações interpessoais.

Mas, como posso desenvolver inteligência emocional em um ambiente de trabalho com pessoas diferentes agindo de maneiras diferentes e que muitas vezes não sabem lidar com as próprias emoções? 

Para responder essa pergunta é necessário falar de outro item muito importante, que é o controle emocional. 

Exercitando o controle emocional

O controle emocional é a capacidade de lidar com as próprias emoções e entender que dependendo de como agimos diante de uma determinada situação podemos ser prejudicados. Quando controlamos nossas emoções conseguimos lidar melhor com as pressões do dia a dia, do estresse e das competições que sempre irão existir. 

Não devemos aceitar as coisas que não estamos de acordo, mas compreender que dialogar com colegas de trabalho e com chefes é fundamental para expressar nossas opiniões e ponto de vista. Fazer tudo que nos é cobrado, mesmo não concordando, pode trazer raiva e frustração. E esse sentimento pode ser prejudicial ao nosso relacionamento dentro da empresa, além do que nossa credibilidade profissional pode ser prejudicada no ambiente corporativo.

As relações melhoram praticando a inteligência emocional

Quando começamos a praticar a inteligência emocional, não apenas no ambiente de trabalho, percebemos de imediato que os conflitos começam a diminuir e que nosso rendimento e motivação pelas tarefas a serem desenvolvidas aumentam. 

Quando identificamos aquilo que sentimos e a maneira que isso nos afeta passamos a ter mais autocontrole, deixando de agir por impulso e cometer atitudes que podem nos prejudicar, pois na hora da raiva nossas emoções vão além do nosso racional. E as vezes quando estamos com raiva de pessoas que querem nos prejudicar temos o pensamento de ser recíproco com elas. 

Mas aí fica a pergunta: vale a pena ter raiva, e deixar as pessoas que querem nos prejudicar nos desestabilizar e no fim acabarmos nos prejudicando? Será que vale a pena entrar nesse jogo? 

Quando começamos a ter controle emocional e ver o que de fato vale a pena fazer no ambiente de trabalho as pessoas passam a nos enxergar de outra forma, e mudam a maneira com que agem em relação  a nós. 

Outro fator importante é que o controle emocional nos facilita reconhecer as emoções dos outros, que é o mesmo que um processo de autoconhecimento, porém aí vamos ter competência emocional para saber identificar essas emoções sem nos envolver. 

Muitas vezes identificamos a emoção do outro, mas levamos para o lado pessoal. E isso não é inteligência emocional! A empatia não é me colocar no lugar do outro, e sim entender o que essa pessoa está sentindo, e como eu agiria no lugar dela, porém entendendo o porquê de ela agir da maneira que age.  

Para conseguirmos fazer uma análise da emoção do outro sem nos envolver devemos em primeiro lugar nos autoconhecer. Quanto mais eu me conheço e conheço minhas emoções fica fácil eu entender como as emoções impactam as outras pessoas e porque o outro muitas vezes não tem maturidade emocional ou pensa de determinada forma. 

É possível haver harmonia no ambiente de trabalho

Não conseguimos nos envolver de uma maneira saudável na empresa se não soubermos nos relacionar com pessoas, e isso demonstra o motivo da inteligência emocional ser fundamental para que haja harmonia em qualquer local de trabalho. 

Quando identificamos que as emoções do outro não são nosso problema, diminuímos os conflitos e não ficamos entrando em discussões desnecessárias, e assim encontramos outras maneiras de lidar com ele. 

Saber o momento de resolver problemas, ter diálogos e saber o momento de ajudar o outro nas necessidades dele favorece muito. Portanto, a inteligência emocional só é possível quando treinamos e colocamos em prática, aprendendo com os próprios erros, e assim dando o nosso melhor dentro da organização para potencializar resultados e trabalhar em um ambiente mentalmente saudável. 

Idealizado por Forlogic | Saiba mais sobre qualidade em https://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade | Gestão da Metrologia

Revisado em: 03/05/2022.

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Planos