CHA para a área da saúde: O que é e como aplicar?

CHA para a área da saúde: O que é e como aplicar?

É provável que você já tenha ouvido falar de gestão por competências e da tríade Conhecimento, Habilidade e Atitude (CHA). Neste artigo veremos o papel de cada uma dessas competências e como elas se tornam cada vez mais importantes para a saúde.

O constante avanço das tecnologias aliado à globalização exigem cada vez mais profissionais atuando com competência e profissionalismo. O sucesso pessoal e profissional se torna possível quando esses profissionais se adaptam às mudanças cotidianas e buscam somar novos conhecimentos ao trabalho.

Considerando que o capital humano é o ativo mais importante dentro de qualquer organização, quando pensamos em clínicas e hospitais é fundamental utilizarmos a gestão por competências.

Seja para tratar de vidas ou para gerar os resultados pretendidos, é crucial que cada profissional esteja alocado de acordo com suas habilidades e experiências, de forma que possam oferecer o seu melhor no ambiente mais apropriado ao seu perfil. Esse processo é denominado Gestão por Competências.

O que a Gestão por Competências faz?

Esse processo visa definir profissionais que aumentem a produtividade de uma empresa ao empregar seus pontos fortes em suas atividades e, ao mesmo tempo, identifique as oportunidades de melhoria nesse profissional , de forma a desenvolvê-lo para o seu melhor desempenho.

Na atualidade e dentro do  contexto da globalização, o mais importante não é ser competitivo, mas sim, manter-se competitivo pois o conceito de competência ultrapassa as fronteiras do ambiente de trabalho e deixa de ser algo limitado apenas à realização das tarefas de um determinado cargo. 

Nos últimos anos, o significado de competência tem surgido como forma de analisar e repensar interações entre saberes e capacidades das pessoas com os processos de trabalho; e de relações por parte das empresas com os clientes e também com fornecedores. 

Portanto ter competência não é apenas um diferencial para empresas e profissionais. Pelo contrário, se tornou um requisito fundamental para que ambos se mantenham longe do fracasso. 

E quando falamos em gestão por competências na área da saúde assim como em qualquer outra área, estamos falando de Conhecimento, Habilidade e Atitude, palavras conhecidas pela sigla CHA, e que potencializam o significado do termo Competência.

Atualmente, a área da saúde é uma das áreas que mais cresce e se desenvolve com o passar dos anos, haja vista o aceleramento da inovação tecnológica trazida pela pandemia do Covid-19, como por exemplo, a prática do atendimento médico remoto (Telemedicina), inclusive mudando as relações entre pacientes e profissionais da saúde. 

Milhares de pessoas a cada dia apresentam alguma demanda por profissionais da saúde e a esses profissionais cabe redesenhar seus processos de trabalho para oferecer serviços de qualidade com o máximo de segurança e resultados aos seus clientes. 

 

Dicas de aplicação do CHA

Existem algumas dicas para a aplicação do CHA na área da saúde, essenciais para o sucesso dos profissionais e das empresas. 

  • Conhecimento: é fundamental que esses profissionais busquem continuamente qualificação e atualização em suas áreas. Todo conhecimento adquirido e revertido em prol do paciente faz com que o profissional se destaque cada vez mais.

Porém o conhecimento é algo ilimitado, portanto investir continuamente em cursos, congressos, palestras e demais eventos específicos à saúde fazem com que o profissional atinja níveis elevados de experiência e excelência no atendimento. 

As próprias empresas da área da saúde que compreendem a importância e o valor que o conhecimento tem como um todo se preocupam em proporcionar constantemente aos colaboradores programas de qualificação e desenvolvimento, visando potencializar resultados.

 

  • Habilidade: Na área da saúde a habilidade é algo essencial, afinal eles lidam com a vida de pessoas. Alguns pacientes, principalmente os que estão em situação de urgência necessitam de atendimento por profissional habilitado e em tempo hábil. 

Portanto é indispensável que as instituições promovam habilidades de aprendizagem oferecendo treinamentos e cursos teóricos e práticos para que seus profissionais executem os procedimentos com o máximo de eficiência. 

Outra habilidade muito importante é o planejamento. Todo conhecimento sem planejamento das tarefas pode desestabilizar o plano de ação e facilitar que erros e desvios aconteçam ou que algo saia fora do planejado. 

E a terceira habilidade que eu gostaria de destacar é a visão sistêmica. É importante que os profissionais saibam identificar quais melhorias necessárias aplicar no ambiente de trabalho através da autoanálise, do diálogo e escuta atenciosa com os outros profissionais.

 

  • Atitude: A atitude é uma competência que serve para interligar conhecimento e habilidade, considerando que conhecer e saber fazer não são suficientes. Precisa também querer fazer! Porém é necessário identificar qual melhor momento para tomar cada atitude. Agir na hora certa faz com que todo o processo flua de maneira adequada e os profissionais alcancem resultados pretendidos.

Outros exemplos de atitude que os profissionais devem saber aplicar no dia a dia são enfrentar desafios superando situações diversas no ambiente de trabalho, compartilhar ações em equipe para apresentar resultados favoráveis aos pacientes e desenvolver uma comunicação eficaz para melhor compreensão de cada mensagem. Falhas na comunicação potencializam as chances de erros.

Aplicar o CHA na área da saúde, principalmente àqueles profissionais que estão na linha de frente dos cuidados aos pacientes, ajuda a  compreender a necessidade de aprimorar continuamente o saber ser, saber fazer e o saber agir.

 

Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em http://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

 

Luiz Henrique Pelissari

Luiz Henrique Pelissari, Bacharel em Psicologia, especialista em Gestão de Pessoas e Neuropsicologia. Ajudo pessoas a ter saúde mental e qualidade de vida, para conquistar seus objetivos e viver livres da ansiedade, depressão e outros transtornos mentais.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.