O que vai mudar na nova versão do Programa de Acreditação de Operadoras de Planos de Saúde?

O que vai mudar na nova versão do Programa de Acreditação de Operadoras de Planos de Saúde?

Em outubro, a Agência Nacional de Saúde (ANS) encerrou a consulta pública 71, referente a versão atualizada da Resolução Normativa que trata do Programa de Acreditação de Operadoras, atual RN 277.

O lançamento oficial da nova versão está previsto para início de 2019. Ao todo, foram mais de 600 contribuições de profissionais, entidades, operadoras e empresas do segmento de saúde. Todas as contribuições e sugestões estão sendo analisadas pela ANS e serão avaliadas para verificar a pertinência para inclusão na versão definitiva.

Principais mudanças previstas no Programa de Acreditação de Operadoras

A versão atual da RN 277/2011 possui 7 dimensões e 147 itens avaliativos. Já a nova versão terá apenas 4 dimensões e 153 itens avaliativos. Além de deixar mais claros os critérios para alcançar a Acreditação Nível 1, Ouro.

As 4 Dimensões da versão atualizada do Programa de Acreditação

A dimensão 1 trata da Gestão Organizacional e está mais robusta, pois inclui requisitos relativos a:

  • Planejamento e Gestão Estratégica;
  • Sistema de Governança Corporativa;
  • Política de Gestão de Pessoas e Desenvolvimento de Lideranças;
  • Tecnologia da Informação;
  • Política de Segurança e Privacidade das Informações;
  • Gestão de Riscos Corporativos;
  • Sustentabilidade da Operadora e Programa de Melhoria da Qualidade.

As outras 3 dimensões tratam respectivamente da Gestão da Rede Prestadora dos Serviços de Saúde (dimensão 2); Gestão em Saúde (dimensão 3) e Experiência do Beneficiário (dimensão 4).

Novos itens avaliativos

Os itens avaliativos de cada dimensão possuem a seguinte classificação:

Essencial: é condição sine qua non para a operadora pontuar no item. Caso um item essencial do requisito não seja atendido, a operadora receberá nota Zero em todo item.

Complementar: são boas práticas recomendáveis que, quando cumpridos pela operadora, elevam a pontuação.

Excelência: são práticas pouco disseminadas no setor e de maior dificuldade de implementação. Para alcançar o nível I da Acreditação (Ouro), a operadora deve atender 80% dos itens avaliativos de excelência.

Alterações importantes

Sobre o ponto de vista da pontuação, uma mudança muito relevante é que os itens serão pontuados somente como Conforme (= 1) e Não Conforme (= Zero). Para ser considerado Conforme, o padrão deve atender ao escopo do item sobre o ponto de vista da adequação e da disseminação e estar implantado a mais de 12 meses.

Desta forma, as operadoras que definirem como meta conquistar a Acreditação em 2020 devem iniciar a implementação do Programa imediatamente a fim de evidenciarem o cumprimento de 12 meses de prática e padrão disseminado e implantado.

Avaliação final da nova versão

Acredito que essa nova versão vai contribuir para que as operadoras de saúde implantem um sistema de gestão que funcione na íntegra e que assegure a perenidade e sustentabilidade das operadoras no mercado.

As 4 dimensões, os requisitos e itens avaliativos estão muito bem estruturados, dando condições para a operadora analisar sua performance e maturidade gerencial e oportunizando o alcance de novos patamares de gestão.

 

Ana Giovanoni

Sócia do Grupo Giovanoni, atua na área de Consultoria Organizacional, Especialista em Ressignificação do modelo de educação, capacitação e gestão para tornar as organizações sustentáveis. Com mais de 20 anos de experiência, atuou em empresas nacionais de diversos segmentos, tendo conhecimento em todos os processos de certificação de Sistemas de Gestão, além de coordenar o planejamento estratégico e estruturação do Modelo de Gestão de diversos clientes, em especial no segmento da Saúde. Consultora Certificada CMC – Certified Management Consultant. VP do IBCO – Instituto Brasileiro de Consultores de Organização. Filiada à Associação Brasileira de Profissionais de Recursos Humanos, além de ser uma das embaixadoras do Grupo Mulheres & Propósitos. Participou, como co-autora, na criação do livro Re-Inventar a Liderança: um desafio diário, além de artigos relacionados a temas técnicos diversos relacionados à Liderança, Gestão, Propósito e Transformação Organizacional. Bacharel em Nutrição, pós-graduada em Marketing, com MBA em Liderança e Gestão Organizacional com módulo em Negociações Avançadas na Harvard Business School e Mestrado em Engenharia da Produção, além de MBA em Filosofia e Auto Conhecimento. Casada, mãe de 3 filhos, Tiago, Kitti e Maitê, avó de 5 netos que são meus professores e me ensinam a viver intensamente e ser feliz (Sophia, Joaquín, Lucas, Théo e Arthur). Em breve chegará o Miguel. Acompanhe mais no Linkedin e Instagram

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.